domingo, 15 de agosto de 2010

Acordem-na lá, coitadinha!

A ministra do Ambiente, Dulce Pássaro, disse hoje que, na sua perceção, o “dispositivo previamente organizado na primavera (para combate aos fogos) está a funcionar bem” e que tem havido ajustes quando há casas em perigo.

À margem de uma visita à ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) da Guia, em Sintra, a governante admitiu à Lusa que nos “últimos dias” os parques naturais foram “objeto de algumas ignições”.

“A minha perceção é que estamos a fazer tudo no combate e a situação está absolutamente controlada. Estão todos organizados a fazer o seu melhor para fazer face a esta situação de muito calor e de algumas práticas incendiárias, que há sempre”, disse.
Porém, Dulce Pássaro manifestou confiança de que os crimes de ateamento “progressivamente diminuirão” porque as autoridades competentes para “acompanhar essas situações estão no terreno”.

Para ler aqui.

2 comentários:

  1. A mesma ladaínha todos os anos. No próximo cá estaremos com os mesmos fogos e os mesmos discursos gastos. Continuaremos sem as medidas preventivas adequadas, sem a fiscalização necessária, sem os meios indispensáveis para que os soldados da paz - a eles muito lhes devemos - possam ser o garante das populações e da nossa floresta sem que o tenham que pagar com a própria vida. Tomem medidas concretas com resultados visíveis;esses discursos de ignição, que mais parecem de ocasião, não interessam a ninguém.

    ResponderEliminar
  2. aproveitem a mão-de-obra do rendimento mínimo e subsidiodependentes para limpar a floresta durante o ano.

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...