quarta-feira, 18 de agosto de 2010

E o burro sou eu?

De acordo com a lista "Mindset" (um estudo feito anualmente por académicos da Universidade de Beloit, no Wiscosin) os alunos americanos que se vão licenciar em 2014 pensam que Beethoven é apenas um cão,  enquanto que Miguel Angelo não passa de um vírus de computador.

Também acham que "só houve um papa", chamado João Paulo II, que assumiu funções em 1978 e morreu em 2008, e desconhecem completamente que o apartheid existiu na África do Sul. Para estas mentes brilhantes, a Checoslováquia e a Jugoslávia nunca existiram, a Alemanha nunca foi dividida,  os "reality shows" existem desde sempre e as companhias aéreas jamais permitiram fumar a bordo.

No desporto, os conhecimentos também não melhoram. Para os estudantes norte-americanos, os atletas profissionais sempre competiram nos Jogos Olímpicos, John McEnroe é um modelo de publicidade que nunca pôs os pés num court de ténis e Mike Tyson foi "sempre um delinquente".

Deve ser este patamar de excelência que as políticas de educação do nosso país querem atingir.

3 comentários:

  1. É a estas pessoas que o resto do mundo presta vassalagem...

    ResponderEliminar
  2. Aaaa! E vão ser esses estudantes os futuros médicos, engenheiros, professores, arquitectos, advogados, políticos...

    ResponderEliminar
  3. Houve dois povos que marcaram o mundo ocidental...
    Os Romanos que nos deixaram a língua e o Direito e os Americanos... que nos legaram o hamburger e o gatilho!

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...