terça-feira, 24 de agosto de 2010

Barcelona, parte I, dia 4

Tudo "atafulhado" dentro dos sacos, bagagens prontas e partimos para a última expedição em Barcelona. Claro que fazemos uso da nossa mais recente descoberta e vamos à procura de uma paragem de autocarro. A 20m do nosso hotel há uma, e qual não é a nossa surpresa quando percebemos que o 15, que passa por ali, tem também uma paragem em Camp Nou, frente ao estádio do Futebol Clube de Barcelona.

Todas contentes, atravessamos a cidade à luz do dia, sem o calor sufocante do Metro e vamos reconhecendo imensos sítios por onde já passámos. Tornámo-nos peritas na cidade.




Chegadas ao estádio, ficamos a saber que a "Camp Nou experience" custa a módica quantia de 19 euros por pessoa. Por muito que goste do Barça, fico-me pelo lado de fora e pela Botica, onde faço a única loucura não programada da viagem: compro a camisola oficial do clube ao futebolista lá de casa.

O ambiente que se vive só nos faz lembrar o Santuário de Fátima, espero que os católicos me perdoem. É autêntica veneração que se vê por ali. Multidões compram de tudo com as cores do Barça e há sempre gente a tirar fotografias com os bonecos expostos com o equipamento identificado dos jogadores.

Para imprimir as camisolas e ter o logótipo da UEFA ainda é preciso pagar mais cerca de 20 euros além do preço pouco simpático dos artigos. Mas há 8 ou 10 caixas registadoras a funcionar a todo o gás e uma enorme fila de espera. É a loucura.




Já fora do estádio, entramos novamente no autocarro que nos levará a casa. Paramos já perto para uma pizza e, apesar de estarmos perto, escolhemos ir novamente de autocarro em vez de andar a pé. É óbvio que não podíamos terminar a viagem sem um episódio caricato. O segundo autocarro que apanhámos já tinha passado a nossa paragem, porque fazia uma volta ligeiramente diferente, por isso, fomos levadas até à periferia, a um lugar de quase-ninguém, até ficarmos completamente sozinhas lá dentro.

Não faz mal, foi mais um passeio turístico pela cidade. Logo de seguida iniciámos a descida em direcção à nossa paragem. Recolhemos a bagagem e partimos em direcção ao aeroporto.

Adeus Barcelona, até Outubro.

3 comentários:

  1. Depois de viajar pela "sombra do vento", e depois deste fantástico relato de viagem já só conto os dias para a tão aguardada viagem de Outubro :)

    ResponderEliminar
  2. Esse último "engano" nem de propósito. Duvido que algum turista saiba dizer onde fica a Plaça Karl Marx em Barcelona! Quando se alargam os horizontes a tudo o que nos parece periférico, podem-se descobrir novas e interessantes centralidades... :)
    Depois do “trabalho de casa” que ainda temos por terminar, vamos esperar por outra agradável viagem em Outubro! Espero que com os percursos mais afinados possamos poupar, para a próxima, alguns passos e algumas inevitáveis dores nas pernas … :)

    Ana F.

    ResponderEliminar
  3. estive a ver as fotos por aí abaixo!
    Um roteiro magnífico.
    Parabéns.

    ResponderEliminar