quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Sonso

A partir de hoje o pão português é obrigado a conter menos sal. A nova lei define um teor máximo de 1,4 gramas de sal por 100 gramas de pão e obriga a que os rótulos das embalagens de alimentos pré-embalados prestem informação sobre a quantidade relativa e absoluta de sal na embalagem, por percentagem do produto e por porção/dose.

A multa pode variar entre 500 e os 3.500 euros, no caso de pessoa singular, e entre 750 e 5.000 euros se for uma pessoa colectiva. Os industriais e comerciantes de panificação lamentam que a lei deixe de fora produtos como os cereais de pequeno-almoço "que não vão estar abrangidos pela nova lei e que contêm em média cinco vezes mais sal do que o pão".


5 comentários:

  1. Eu também... E que bom que é (era ?) o nosso panito "caseiro"...

    ResponderEliminar
  2. Ainda não li sobre o assunto, alguem me explica o porquê desta estupidez?

    ResponderEliminar
  3. depois da bola de Berlim nas praias, agora o pão.

    ResponderEliminar
  4. Harley:
    Pelos vistos o governo legislou neste sentido, e dá-se ao trabalho de aplicar multas porque nós, pobres portugueses, somos incapazes de tomar decisões e de escolher o pão mais saudável. Por este andar devem estar a acabar com o pão normal, em breve comeremos apenas pão integral. Para compensar, teremos sempre o sal dos outros alimentos, dos petiscos, da boa cozinha tradicional.

    Daniel Santos:
    Foi sol de pouca dura. Ainda este ano comprei bolas de berlim com creme quase todos os dias.

    ResponderEliminar
  5. ... grave grave, é os miudos que diariamente se põe a comer pacotes de pipas e que estão completamente atoladas em sal ... a factura vai ser bem cara não por muito tempo ...

    LT

    ResponderEliminar