terça-feira, 2 de março de 2010

Luísa Dacosta

Acabei de ver o meu Professor de História de Arte, Doutor José Alberto Machado em plena Sala dos Actos da Universidade de Évora, entregar o Prémio Vergílio Ferreira à escritora Luísa Dacosta, por decisão unânime do Júri.
«Uma grande autora que se notabilizou na literatura infantil, mas também ao nível das crónicas e das auto-biografias. [É] esta uma forma de corrigir a ideia de que escreve apenas para o público infantil, chamando-se deste modo a atenção para as suas valias como cronista e diarista.» 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...