quinta-feira, 11 de março de 2010

De trás para a frente devemos estar em primeiro! Pronto, está bem... em segundo.

Reagindo aos números publicados pelo Instituto Nacional de Estatística sobre a evolução económica do país no último trimestre do ano passado, em que se registou uma contracção no Produto Interno Bruto, o Ministro das Finanças considerou:

"Não são números simpáticos, mas temos de relativizar esses números", disse Teixeira dos Santos, acrescentando que o relatório do INE não vai mexer com a previsão do Governo de um crescimento de 0,7% do PIB neste ano.

"Confirmamos uma quebra de 2,7% em relação a 2008 e constatamos assim que a economia portuguesa é das que menos se contraiu em 2009", argumentou.


Está tudo controlado, pá!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...