Feira do Livro de Moura: 30 anos | 1991

1991

A XI Feira do Livro foi inaugurada a 14 de Setembro, e voltou à Praça Sacadura Cabral. Segundo podemos ver no artigo publicado n'A Planície, as vendas foram muito baixas, permitindo a conclusão de que "a cidade lê pouco". O reporter chega mesmo a questionar a sua existência, e termina com esta frase: "Mas aqui para nós, que mal adviria para Moura em termos de cultura, se alguém resolvesse pura e simplesmente eliminá-la?" (Basta clicar na fotografia para aumentar a imagem).

Em paralelo com a Feira do Livro decorreu a primeira edição do Festival de Música Clássica, na Igreja de S. João Baptista.


Em Portugal, as eleições presidenciais e legislativas conduziram respectivamente à reeleição de Mário Soares e Cavaco Silva.

Na sequência da invasão do Koweit, os Estados Unidos iniciam na noite de 16 de Janeiro, uma intervenção militar sobre o Iraque, denominada "Tempestade no Deserto", transmitida em directo pela CNN.

A 12 de Novembro, as tropas indonésias invadiram o Cemitério de Santa Cruz, em Dili, massacrando os timorenses aí presentes.

Na mesma altura em que a União Soviética chega ao fim, dando origem a uma Comunidade de Estados Independentes, é assinado o Tratado de Maastricht, que dá início à União Europeia.

No ano em que morre um dos mais famosos escritores britânicos (Graham Greene), José Saramago publica Evangelho segundo Jesus Cristo. O Nobel da Literatura é ''atribuído a alguém que, através da sua obra épica, trouxe um grande benefício à humanidade'': Nadine Gordimer, escritora sul-africana. 
 
O destaque na cerimónia dos Oscars em 1991 vai para Danças com Lobos. Na música, a justa homenagem a Freddy Mercury, vocalista dos lendários Queen, que faleceu neste ano, deixando para trás um legado inigualável de talento, criatividade e versatilidade.
 

Comentários