segunda-feira, 29 de março de 2010

Vai plantar batatas

Farmville origina expulsão de Conselho Municipal


O caso aconteceu na Bulgária quando um conselheiro estava mais interessado na quinta virtual do que nos trabalhos da reunião.

Durante uma reunião municipal na cidade de Plovdiv, na Bulgária, os conselheiros municipais foram apanhados "não a rever contas e analisar os problemas do município mas sim a plantar batatas e a enviar vacas cor-de-rosa como gift para os seus parceiros de Quinta FarmVille", escreve o IP Jornal.

Dimitar Kerin, pertencente ao partido nacionalista Ataka chegou mesmo a ser expulso do Conselho Municipal por insistir em tomar mais atenção à quinta virtual do que à reunião.

5 comentários:

  1. Na minha opinião, a Farmville já merecia um estudo sociológico.
    Até agora só consigo formular hipóteses quanto ao facto do jogo ser propenso a viciar a generalidade das pessoas que o jogam:
    Será a Farmville o “monte alentejano” que muitos desejavam ter?
    Será a Farmville a sociedade “utópica” em que muitos gostariam de viver?
    Será a Farmville o escape virtual para a (sua) enfadonha realidade que não têm coragem de alterar?
    Será a Farmville a constatação de que estamos a evoluir a passos largos para o individualismo, para a concorrência e para o isolamento…sem nos questionarmos sobre a forma como desperdiçamos o tempo que nos foi, temporariamente, concedido...?
    Será a Farmville uma forma de competição saudável onde as regras estão pré-definidas, são iguais para todos e não há forma de viciar os resultados finais…?

    Acho que as conclusões seriam interessantes e variadas, embora a clonagem de ovelhas já remonte a 1997... :)

    ResponderEliminar
  2. ao comentador do post de 30-03-2010

    ...é Farmville a constatação de que estamos a evoluir a passos largos para o individualismo, para a concorrência e para o isolamento…sem nos questionarmos sobre a forma como desperdiçamos o tempo que nos foi, temporariamente, concedido...

    LT

    ResponderEliminar
  3. Obrigada LT,
    Vou registar a sua resposta para a estatística :)
    Não gosto de generalizações porque até as nossas respostas/hipóteses têm um certo grau de subjectividade mas...tendo a concordar consigo. Na nosssa tentativa de explicação desse "culto do individualismo" é que os nossos argumentos poderiam (eventualmente) não coincidir.
    Ás vezes, na sombra do que se designa por evolução e modernidade, escondem-se outros altos designíos onde o "ter" se sobrepõe ao "ser"; enquanto as pessoas não compreenderem que o seu grau de bem-estar e satisfação pessoal é tanto maior quanto maior fôr o bem-estar e satisfação da sociedade ou comunidade a que pertencem e que, o individualismo apenas potencia as piores características do ser humano, não me parece que estejamos a evoluír na direcção certa.

    Tem mesmo a certeza que não quer a versão em papel? :)

    BB (P.A.)

    ResponderEliminar
  4. BB ... por uma questão de sensibilidade ecológica, vou lendo, de vez em quando a versão on-line ... até porque se aparecer alguém do círculo de amizades, rápidamente, com um clic se esconde o objecto da leitura ... em papel era a prova do crime ... rsssssss

    Boa páscoa ...

    LT

    ResponderEliminar
  5. Senhores e Senhoras não digam mal da minha quinta!!!

    ResponderEliminar