sexta-feira, 16 de julho de 2010

É o Estado Social

Agora que o país está meio anestesiado com as férias, vão surgindo aqui e ali pequenas notícias, a que não atribuímos grande importância. Afinal de contas, todos estamos fartos de trabalhar e queremos o descanso merecido. Quando regressarmos, logo nos preocupamos com estes "pendentes". A não ser que seja tarde de mais.

Ora, como os meus estimados amigos sabem, eu já terminei as férias, portanto, não me importo de ir prestando atenção ao que se passa. E hoje, numa breve passagem pela comunicação social, deparei com 3 pequenas notícias, daquelas que nos fazem abanar a cabeça e dizer para o lado qualquer coisa como "Que palhaçada..."

O que me chamou a atenção foi, além da gravidade óbvia dos assuntos, o facto de, convenientemente dispersas, terem vindo a lume todas no mesmo dia. Ora vejam só:



Estado corta apoios a refeições nos ATL

Alguns centros distritais da Segurança Social estão a avisar as Instituições Particulares de Solidariedade Social que, a partir de 1 de Setembro, deixarão de comparticipar o almoço dos Ateliês de Tempos Livres, o que pode pôr em causa a alimentação de muitas crianças.

Notícia completa aqui.



Cheque-bebé: Mães tentam recebê-lo mas medida ainda não saiu do papel

Quase seis meses depois do anúncio, a Conta Poupança Futuro, conhecida como “cheque-bebé”, ainda não existe e o processo está parado, sendo muitas as futuras mães que questionam organismos, como maternidades, centros de saúde e bancos sobre este apoio.

Notícia completa aqui e esclarecimentos sobre Conta Poupança Futuro aqui. Leiam que é muito engraçado. Contem as vezes em que se diz que o Estado oferece 200 euros.



Milhares estão sem subsídio de desemprego

Milhares de desempregados estão, mais uma vez, sem subsídio de desemprego. Três meses depois de o Governo ter invocado uma "falha informática" para justificar um atraso de cerca de uma semana no pagamento desta prestação social a cerca de 360 mil portugueses, eis que o problema volta a colocar-se, afectando desta vez, tudo parece indicar, a totalidade dos desempregados com subsídios atribuídos.

Notícia completa aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário