segunda-feira, 12 de julho de 2010

O Interior vive o sono da morte

“As assimetrias regionais são o maior problema do país. Temos um modelo territorial esquizofrénico, que concentra toda a gente numa estreita faixa do litoral.


(…)

[Sobre a atribuição de subsídios à natalidade]: É uma gota de água no oceano. Têm de ser tomadas mais medidas de apoio à família e não fazer aquilo que tem sido feito no interior, que é fechar serviços, maternidades, escolas e estações dos correios. Essa lógica economicista é completamente estúpida. Pode poupar-se a curto prazo, mas está-se a contribuir para o aumento da desertificação que, a longo prazo, tem resultados muito graves na economia.”

Para ler no Expresso desta semana, a entrevista ao demógrafo Mario Leston Bandeira, professor catedrático no ISCTE.

Sem comentários:

Enviar um comentário