domingo, 4 de julho de 2010

Para ler

"Mais tarde, pensei se haveria, na verdade, alguma espécie de estranho engenho dentro da cabeça de um homem que o impedisse, a partir de certa altura em que já nada espera, quando aprendeu a aceitar a derrota, de conseguir reconhecer aquilo sem que lhe parecera, em tempos, que não podia viver. Ansiamos por esse momento de felicidade; ele surge como uma queda-d'água no meio de um deserto; e, de repente, não acreditamos nele, por estarmos tão acostumados à sua irrevogável ausência."



Vencedor do Prémio Literário José Saramago, As três vidas, de João Tordo conta a história espantosa de António Augusto Milhouse Pascal, pela voz do seu secretário, um rapaz de uma família modesta, que ao aceitar o emprego que lhe é oferecido por Millhouse Pascal nem imagina que este se irá transformar numa obsessão que acabará por consumir a sua própria vida.

Passando pelo Alentejo, por Lisboa e por Nova Iorque em plenos anos oitenta - época de todas as ganâncias - e, desvendando o passado turbulento do seu patrão, As Três Vidas é uma viagem de autodescoberta através do «outro».

Cruzando a história sangrenta do século XX com a história destas personagens, este romance é também sobre a procura pelo destino secreto que nos aguarda e que estará inexoravelmente ligado ao destino de um mundo que ameaça, a qualquer momento, resvalar da estreita corda bamba sobre a qual se sustém.


As três vidas / João Tordo . - Lisboa : Círculo de Leitores, 2009 . - 444 p. ; 21 cm
ISBN 978-972-42-4548-5

Disponível na Biblioteca Municipal (assim que eu o devolver...)

Sem comentários:

Enviar um comentário