quarta-feira, 7 de julho de 2010

Protesto


Segundo uma notícia "alarmista", que o Governo já veio desmentir, a função pública irá suportar quase totalmente o esforço necessário para reduzir o défice até valores inferiores ao limiar dos 3%, sofrendo o maior corte de sempre nos seus salários e na legítima progressão dos trabalhadores nas suas carreiras.

De facto, por enquanto, a notícia ainda é falsa. Mas a semente já está lançada. Aconteceu o mesmo com o aumento do IVA há uns tempos. Veio logo o Ministro das Finanças rebater a informação, horrorizado com a falsidade das notícias que especulavam sobre a intenção do Governo de aumentar o IVA. E eis-nos agora, sete dias depois do aumento que afinal, foi inevitável...

Daqui a uns tempos, as medidas que agora tememos e que aparentemente, são falsas, vão começar a surgir e tornar-se realidade. E em vez de nos opormos e reclamarmos os nossos direitos, vamos apenas comentar à mesa da esplanada, com ar de quem percebe muito de política e economia e tem acesso a informações privilegiadas: "Já há muuuuito tempo que eu estava à espera disto! Já tinha ouvido uns rumores, e tal..."

Amanhã é dia nacional de protesto e luta. Contra o que já é realidade e contra o que aí vem, apesar de todos os desmentidos. Para mim é um dia normal, porque todos os dias, de uma forma ou de outra, luto por uma vida melhor, para mim e para os meus filhos. E vocês? Vão lutar ou preferem o papel da esplanada?

Sem comentários:

Enviar um comentário