quarta-feira, 29 de setembro de 2010

E ainda por cima faz-nos passar estas vergonhas!



E a propósito disto, não deixem de ver aqui. Um mimo.
              

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...