sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Pedro e o lobo



Depois de ter andado o verão inteiro a ameaçar-nos com o dia 9 de Setembro como a data limite para que o Governo decidisse se queria ou não governar (?!), Pedro Passos Coelho vem agora criar uma nova barreira temporal. É para o próximo ano, depois de o novo Presidente da República tomar posse, ou então, também pode ser noutra data qualquer, desde que seja antes do fim desta legislatura. Ou quando Pedro Passos Coelho quiser, claro.

Não é por dizer as coisas com um ar sério, que elas se tornam verdade. É que, Pedro, as pessoas começam a deixar de ter medo do lobo mau... Na verdade, começam a deixar de acreditar que ele existe.

                     

2 comentários:

  1. Pois eu não acredito em coelhos armados em feras. Tiros para o ar todos dão, aguardo por aqueles que atirem aos reais problemas do país sem demagogias.

    ResponderEliminar
  2. "Pedro e o lobo"
    e
    "José o guardador de sonhos"
    "Jerónimo o nacionalista"

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...