quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Os poderes

O procurador geral da República (PGR), Pinto Monteiro, afirmou hoje que caberá ao poder político, designadamente à Assembleia da República, decidir que "espécie de Ministério Público quer ter".

E eu que pensava que desde o fim da monarquia absoluta havia separação de poderes... É que acreditava mesmo que o poder executivo e legislativo não podiam interferir no poder judicial, e até achava que seria um escândalo sem precedentes se tal acontecesse.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário