segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Não estou a exagerar...

... quando chamo à Biblioteca a minha segunda família.
Na semana passada, um dos mais recentes membros da família completou um ano e nós também tivemos direito a uma festa. Infelizmente, não havia máquina fotográfica, por isso, tivemos de recorrer à câmara de um telemóvel. Não é alta definição, mas aqui fica o testemunho. Parabéns, Letícia.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...